top of page
Marble Surface

Terno Rei (Polifonia)

O Festival Polifonia 2.1 além da Banda principal Terno Rei, também contou com a participação dos Artista, Tuyo, Clarissa, Romero Ferro, Felipe Flip e Lofi Brasil. Dentro deste blog vamos conhecer um pouquinho de cada um desses Artistas.



Terno Rei, Esq. Greg Vinha, Ale Sater, Luis Cardoso e Bruno Paschoal.




A Terno Rei já lançou 2 EPs, o Metrópole (2012) e Trem leva as minhas pernas (2015) e 3 álbuns, o Vigília (2014), Essa noite bateu como um sonho (2016) e Violeta (2019). O EP de 2015 foi o primeiro trabalho lançado junto com o selo, também paulistano, Balaclava Records – o qual o grupo faz parte. Sempre tratando de assuntos cotidianos, como relações, saudade, autoconhecimento e amadurecimento, o grupo utiliza de arranjos e solos elaborados e o uso de sintetizadores, no último trabalho, como marca de sonoridade.

Bem recebido pela crítica, Violeta (2019), o terceiro álbum dos paulistanos chega com produção excepcional e como resultado de um crescente auto-conhecimento entre os integrantes.



Terno Rei é uma banda de Rock Alternativo e Indie Rock formada em São Paulo em meados de 2010. No dia Primeiro de Dezembro a Banda irá participar de um documentário "Onde Vou Agora" no Museu da Imagem e do Som, ingressos no link linktr.ee/mis_sp



Foto: Karyme Franca @karymefranca


Para acompanhar a Banda nas redes sociais, Instagram: @ternorei lá mantem 48 mil seguidores.



 

TUYO:



Esq. Jean Machado, Layane Soares e Lilian Soares.


O segundo grupo de Artistas mais esperado da noite foi a Tuyo que é uma banda brasileira de folk futurista ou afrofuturismo, como preferem chamar, formada em Curitiba no ano de 2016. Formada por Jean Machado e pelas irmãs Lilian e Layane Soares, ex-integrantes da banda Simonami.




O trio traz uma mistura de elementos sintéticos somados ao folk e ao soul. Com composições marcantes e subjetivas, guiados pela complexidade das emoções humanas, Tuyo traz em suas letras a temática da melancolia da vida adulta e os relacionamentos inter e intrapessoais. Criando de camadas de interpretação que serve para viver em um "não-lugar", como eles mesmos dizem em sua bio do Spotify.


Em 2017, lançaram o EP "Pra Doer" e em 2018 o disco "Pra Curar. Possuem parcerias com nomes como Baco Exu do Blues, Lucas Silveira (banda Fresno), Rael, Terno Rei, Drik Barbosa e Lenine. Foi eleita pelo The New York Times como destaque do Festival SXSW 2021 e atualmente lança seu novo álbum, "Chegamos Sozinhos em Casa", dividido em dois volumes, ambos lançados no ano de 2021.


Em 2021, juntamente com Xan, compôs e performou a canção "Eu Nasci Ali" para a trilha sonora do filme Valentina, vencedor de diversos prêmios e, atualmente, disponível na Netflix para assinantes.



Latin Grammy Nominee youtu.be/ITAgOK4Fnz0 <-- LINK para video da música (O jeito É ir Embora). Para acompanhar Tuyo no Instagram @oituyo 88 mil seguidores.



 

CLARISSA:



Clarissa é o nome artístico de Clarissa Müller, ela foi a antepenúltima a se apresentar no Festival Polifonia 2.1, jovem carioca que já acumula muita experiência no mundo do entretenimento. 

Porém, antes da carreira artística, Clarissa tentou outros caminhos: começou as faculdades de psicologia e direito, mas abandonou as duas porque não se identificou com os cursos. Se formou em relações internacionais, obtendo nota total no seu trabalho final! 

Mesmo com um diploma e tendo trabalhado como vendedora, Clarissa ainda buscava algo que se identificasse de verdade. Assim, começou a trabalhar como digital influencer, postando muitas fotos e covers de músicas no Instagram, e ficou conhecida como @clapivara.



Foto: Karyme Franca @karymefranca


A Clarissa cantora


Apesar de já cantar no Instagram e no Youtube, o filme fez Clarissa considerar a carreira de cantora mais seriamente. Se antes fazia covers, Clarissa passou a compor suas próprias músicas.

Com isso, se dedicou ao seu projeto de estreia, o EP Clarissa. Lançado em junho de 2021, o EP conta com 5 faixas, todas escritas ou co-escritas pela cantora. 


Com canções que versam sobre as diversas faces do amor, o trabalho foi super bem recebido, e na madrugada de sua estreia, Clarissa ficou em segundo lugar nos trending topics do Twitter!

E não só o público aprovou! A crítica também elogiou bastante o trabalho de Clarissa. Como destaques, aparecem sua voz doce e delicada e tom confessional das músicas, criando uma vibe intimista que tem tudo a ver com o estilo bedroom pop da cantora.


Para acompanhar Clarissa no Youtube: https://youtube.com/c/ClarissaM e no Inatagram: @clapivara onde mantem 689 mil seguidores.



 

ROMERO FERRO:



Romero Ferro foi o terceiro Artista a se apresentar, é o artista pop que conecta elementos da música tropical brasileira, aos timbres icônicos dos anos 80, com batidas envolventes e refrães irresistíveis. Seu novo álbum já soma mais de 8 milhões de plays nas plataformas digitais, e conta com hits como “Pra Te Conquistar” (TOP 50 Viral Spotify BR), "Verdadeiro Amor", "Love Por Você"(feat Luiz Caldas), e “Corpo Em Brasa” (feat com Duda Beat). Romero Ferro concorreu ao PRÊMIO DA MÚSICA BRASILEIRA em 2017, e foi a atração de vários programas de TV, entre eles o “Encontro com Fátima Bernardes". Participou de matérias especiais para a Revista VEJA (de Sérgio Martins), Leda Nagle (no YouTube), além de receber excelentes críticas de jornalistas como Mauro Ferreira/RJ, Pedro Antunes/Editor Rollingstone Brasil, Lauro Lisboa/SP e Hagmenon Brito/BA. O artista também participou de importantes festivais como o Coquetel MOLOTOV/PE, MADA/RN, Bananada/GO, RecBeat/PE, e a SIM SP/SP. Em 2020, o seu trio elétrico no Galo da Madrugada (maior bloco de carnaval do mundo), contou com a presença da Pabllo Vittar.



Durante a pandemia Romero tem marcado presença em eventos onlines importantes e de visibilidade internacional, como PopLine Masks 4All, Parada LGBTQIA+ de SP, o Festival Juntos Pela Música, da UBC/Spotify, e Festival TMDQA. Além disso, lançou o projeto "Eita FERRO!", entrevistando nomes como Johnny Hooker e Zeca Camargo, o clipe de "FAKE", e o single "E Se Não Era Amor".



Foto: Karyme Franca @karymefranca


O Artista tem um Website: www.romeroferro.com.br e o Intagram é @romeroferro com 64 mil seguidores.



 

FELIPE FLIP:




Foto: Karyme Franca @karymefranca


Felipe Flip foi o segundo Artista a se apresentar no Festival, O paulistano é um músico versátil que gosta de misturar estilos e elementos. Prova disso é a última versão do single “My Name Is”, que lançou no formato Rap-Jazz; em fevereiro, FLIP lançou a versão BoomBap de História.



Foto: Karyme Franca @karymefranca


Ao longo da carreira, Flip fez participações com artistas do funk, do Trap, do jazz e do próprio rap. “Eu gosto de misturar o rap com outros elementos. Já misturei rap com funk, com punk, rap com jazz e rap com rap”, brinca o artista.


Apesar do clima de descontração, o rapper mostra muita maturidade na vida pessoal e profissional, principalmente após o nascimento do filho Isaac, 7 anos, que mudou completamente a sua vida. Com este novo olhar, Flip focou na carreira solo, traduzindo o sentimento da paternidade em canções. Em “Do Nada” e “Meu Mundo”, último lançamento com a Olga Music, por exemplo, o artista fala sobre a surpresa e os desafios de ser pai.


O novo clipe, que contou com o apoio da Vans (marca que Flip é embaixador da linha Old Skool), traz toda esta atmosfera sonora e paterna, já que estamos em agosto: mês dos pais.

A versão original de “Do Nada” foi lançada em 2020 e fará parte do álbum “Pela Cor”, com previsão de lançamento para os próximos meses. Assim como o clipe, a temática será esta nova fase do artista, com o estilo Lo-Fi Hip Hop predominante. Na semana do Dia do Pais, Flip lançou “Meu Mundo”, com videoclipe gravado com uma câmera 360 graus no Parque do Ibirapuera, em São Paulo.



Foto: Karyme Franca @karymefranca


Para acompanhar Felipe: Instegram @felipeflip onde mantem 54 mil seguidores.




 

LOFI BRASIL:



Este conjunto de jovens do LOFI BRASIL foram os primeiros a ser apresentarem com muita técnica que certamente dava para ver e ouvir em cada um dos músicos ali no palco!





Foto: Karyme Franca @karymefranca


Dedicado aos produtores brasileiros de Lo-Fi, para acompanhar a LOFI BRASIL siga no Instagram @lofibrasil ou acesse www.lofibrasil.com.br




 

Este foi o Festival POLIFONIA 2.1:

O Festival Polifonia estará de volta em 2022, reformulado e em data única.

Mais de 10 bandas e repleto de novidades, o evento vai acontecer no dia 21 de agosto de 2022 e traz para o Rio de Janeiro bandas e artistas que vêm se destacando em festivais pelo Brasil.



Eu sou Fabian Gama, até o próximo show, Rock n Roll!!


コメント


bottom of page